Article : Frederico Gil "I have learned to live bipolar disorder" [Archive] - MensTennisForums.com

Article : Frederico Gil "I have learned to live bipolar disorder"

Action Jackson
04-05-2013, 08:09 AM
The article is in Portuguese. We have a few Portuguese speakers on the forum who could translate this properly.

Gil suffers from bipolar it's genetic. It started at 21 or 22 but got worse over the years. He has João Cunha e Silva who was his long time coach back. Fairly understandable that his tennis suffered while dealing with this

http://www.abola.pt/img/fotos/tenis/2010/fredericogil4.jpg

«Tenho aprendido a viver com a bipolaridade» - Frederico Gil

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=393109

Por Célia Lourenço
A- A A+

Com um tristonho João Sousa a coxear a reunir-se à Seleção Nacional apenas para o almoço, após o dedo do pé fraturado na véspera, Frederico Gil já se juntou como titular aos restantes comandados de Pedro Cordeiro no treino matinal dos cobertos do CIF, onde entre amanhã e domingo, Portugal vai defrontar a Lituânia por um lugar no play-off de apuramento ao grupo I da zona euro-africana da Taça Davis.

É um regresso do sintrense à Seleção - Gastão Elias, que não ganhou para o susto numa queda junto ao poste da rede no treino, Rui Machado e Pedro Sousa completam o quarteto - para a qual foi convocado 20 vezes, mas da qual esteve afastada nos últimos dois confrontos.

Um período que coincidiu com uma travessia no deserto em matéria de resultados e um turbilhão de trocas de treinador e de inícios de temporada adiados. De regresso à equipa técnica de João Cunha e Silva, seu mentor durante anos, Gil explicou, pela primeira vez, publicamente a origem destas instabilidades, confiante que a «paixão pelo ténis» está viva como nunca.

«Têm acontecido muitas coisas, mas tenho aprendido a viver com a bipolaridade. Não é uma bipolaridade grave, é genética. É algo que espoletou quando tinha 21 ou 22 anos, mas que nos últimos tempos se agravou. Há momentos em que me sinto muito bem, outros em que estou verdadeiramente em baixo», contou o atual 213.º do ranking mundial, do qual foi 62.º, agora sem receio de assumir uma patologia que muitos dissabores lhe causou.

«Não foi fácil gerir tudo isto. Em primeiro lugar não foi fácil assumir a doença, depois há picos horríveis em que não tenho vontade de viver, em que nada faz sentido, e outros em que estou eufórico. Agora, com ajuda de alguma medicação para estabilizar o meu humor e do psicólogo Mark Serrano que integra a minha equipa técnica, estou no bom caminho», assevera o sintrense que já aceitou a situação. «Houve alturas em que eu próprio não me reconhecia e em que a frustração era grande, mas com calma tudo vai voltando ao sítio. Continuo a sonhar ser um grande jogador de ténis, um dos melhores do mundo. Sei que sou capaz e, com calma, as coisas vão ficar bem», confiou Gil a mostrar que os campeões não se revelam só dentro do court.

Sombrerero loco
04-05-2013, 09:20 AM
wow. unexpected...

Sophocles
04-05-2013, 09:31 AM
Meh. One of the most overdisagnosed 'disorders' in existence.

Yes, but when it is real it is devastating.

latso
04-05-2013, 09:55 AM
Nadal is dealing well with it as well, no?

CooCooCachoo
04-05-2013, 12:41 PM
Wow, I didn't see that one coming. Poor guy :(

Johnny Groove
04-05-2013, 01:30 PM
Oh no :sad:

I do wish Gil all the best to help to get over this disorder, or at least live with it successfully.

He should try some cannabis, no seriously, surely better than all the pharmaceutical medications.

Topspindoctor
04-05-2013, 01:34 PM
Nadal is dealing well with it as well, no?

:stupid:


Sent from Verticalsports.com Free App (http://www.verticalsports.com/mobile)